“Olhar para o mesmo vértice no horizonte buscando uma nova perspectiva. Ser capaz de curvar-se quando necessário. Abrir os olhos na tentativa de encontrar propósito ou uma razão para evoluir. Essa é a base do que definimos hoje como Horizonte Vertical.”